Total de visualizações de página

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012


RADIOAMADORES PODEM GANHAR UMA ESTAÇAO DE HF COMPLETA


A CONCEITUADA LOJA DE RADIO (AMATEUR RADIO SUPPLIES) DOS ESTADOS UNIDOS NA PESSOA DE SEU PRESIDENTE JEFF DEMERS, N1SNB,ESTARÁ DANDO APARTIR DO ANO QUE VEM NO DIA 1 DE JANEIRO DE 2013 UMA ESTAÇÃO DE RADIO COMPLETA. SEGUNDO JEFF ESTA INICIATIVA SERA PARA INCENTIVAR OS JOVENS DE ATE 25 ANOS DE IDADE A SE DEDICAREM MAS AO RADIOAMADORISMO,POIS SÓ ASSIM SEGUNDO ELE O RADIOAMADORISMO NÃO IRA ACABAR, MUITO PELO CONTRARIO, A META E CRESCER O RADIOAMADORISMO, E PODERÁ PARTICIPAR JOVENS DE ATE NO MAXIMO 25 ANOS, PARA TANTO O OPERADOR DE RADIOAMADOR TERÁ QUE RESPONDER 3 PERGUNTAS, QUE SÃO AS SEGUINTES:
1. Quantas vezes você é capaz de operar nas bandas de HF?2. Onde (o QTH) você costuma operar a partir de onde?3. Como você pretende usar o equipamento fornecido?

VOCÊ PODE VISITAR ESTA PAGINA E PREENCHER UM FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO
http://www.amateurradiosupplies.com/youth-s/222.htm E VOCÊ PODERÁ TAMBÉM INDICAR UM RADIOAMADOR AMIGO QUE TENHA ATE 25 ANOS NO E-MAILrandy@amateurradiosupplies.com E DIZER O PORQUE ELE E MERECEDOR DESTE PREMIO E BOA SORTE, ABAIXO A LISTA QUE VOCÊ RADIOAMADOR PODERÁ GANHAR.

• Alinco DX-SR8T / E 160-6m Transceptor All Mode uma fonte de 30 Amperes
• LDG AT-100 Pro II Sintonizador de Antena desktop• Antena Rugged  G5RV ou DX-77A da  HyGain Vertical• Cabo RG-213 coaxial• Manipulador de Latão Vibroplex Racer Pás/ iâmbico( cw)• Placa de som USB para Modos Digitais• Fone de ouvido da Heil Set Pro Plus 


ESPERAMOS QUE UM RADIOAMADOR DAQUI DO BRASIL SEJA PREMIADO  COM ESTE ESPETACULAR PREMIO.

sábado, 8 de dezembro de 2012

VHF UMA FAIXA FASCINANTE .

REPETIDORA DE SÃO GABRIEL
 Localização: Edifício do Silos
Altitude . 200 metros
Frequência 147090 MHZ
Potência 50 w
Prefixo PY3SGA

Repetidora Dr. Athos Pereira Granja do Grupo de VHF da USRA
Localização: Morro da Caturrita
Altitude: 350 m
Freqüência: 145.370 MHz
Potência: 45 W
Prefixo: PY 3 SMA

A HISTÓRIA DO VHF

A sigla VHF, denominação popular de ondas métricas, representa o segmento do espectro de ondas eletromagnéticas compreendidas entre 30 MHz (exclusive) e 300 MHz (inclusive).
Visto que a utilização de VHF só se tornou popular entre os radioamadores brasileiros na década de 70, poucos radioamadores vão acreditar que sua tecnologia é mais antiga do que a das ondas médias e curtas.
De fato, Heinrich Hertz, em 1884, já gerava ondas de 100 MHz com seu transmissor de faísca, com a entrefaísca ligada a um dipolo terminado com dois discos de metal, representando carga capacitiva. O receptor, a 9 m de distância, era um loop ressonante de uma espira, entre cujo entre ferro pulava faisca cada vez que o transmissor de 100 MHz era acionado. Mais tarde, em 1894, Lodge substituiu o loop por um coesor de Branly, com o qual conseguiu aumentar o alcance do transmissor de VHF de Hertz à distância de 30 m.
Os primeiros experimentadores de rádio operaram, por acaso, em freqüências elevadas. Visto que os circuitos acoplados aos geradores de faísca eram pequenos, eles inerentemente ressonaram em freqüências elevadas. Na ltália, Righi gerou ondas de 1000 MHz em 1890, outros inventores italianos chegaram a 3 000 MHz, e na índia, na virada do século, Bhose já trabalhou com microondas e com guias de ondas primitivas. Obviamente, a medição das freqüências, através dos comprimentos de onda correspondentes, foi efetuada por meio de linhas Lecher, inventadas em 1889. Marconi iniciou seus trabalhos de rádio em 1895 com 150 MHz, na banda de 2 m, e até utilizou refletor parabólico para concentrar o feixe e aumentar o alcance, antes do fim do século
Todos chegaram à conclusão de que, para aumentar o alcance, deveriam utilizar comprimentos de onda maiores. Assim, a tecnologia VHF ficou hibernando durante vinte anos.

Coube aos radioamadores o mérito de ressuscitar o VHF. No número de outubro de 1924 da QST, órgão oficial da ARRL, o editor técnico publicou o primeiro artigo com os detalhes de construção de um transmissor de 5 m (60 MHz), utilizando como oscilador uma válvula C-302, da qual retirou a base para reduzir a capacitância intereletrodos. Os radioamadores o copiaram utilizando válvulas tipo 45 e 7lA de sucata.
A revista QST deu grande impulso às freqüências acima de 30 MHz. Na edição de julho de 1931, o editor técnico Jim Lamb publicou um artigo de onze páginas sobre os osciladores de UHF, chegando com as válvulas da época a 600 MHz (50 cm), com circuitos Barkhausen-Kurz e tecnologia Gill-Morrell. No mesmo número, o editor técnico assistente Ross Hall publicou um receptor super-regenerativo de três válvulas para 60 MHz (5 m), que era, na época, a banda de radioamador correspondente à nossa faixa atual de 50 MHz (6 m). No número seguinte, em agosto, Ross Hall, que foi um dos grandes pioneiros de VHF, publicou um transceptor com duas válvulas 7 I A em push-pull, modulados em AM por duas válvulas 47, ligadas em paralelo. Ele conseguiu operação duplex entre duas estações, utilizando 56 MHz de um lado e 60 MHz do outro.
Nas três décadas que se seguiram, o VHF era só objeto de experiência de poucos experimentadores, mas, na década de 60, a indústria eletrônica especializada em equipamento de radiocomunicação profissional teve que procurar sucessor ao sistema de modulação AM que dominou até então as comunicações em fonia.
A decisão sobre a modulação sucessora da AM foi diferente para ondas curtas e para VHF. Em ondas curtas, a opção recaiu sobre o SSB, ao qual os vários estudos atribuíram uma vantagem de 12 dB sobre AM. Em VHF, e contrariamente às comunicações aeronáuticas, que já estavam utilizando em escala mundial AM nas comunicações de fonia em VHF, a escolha recaiu sobre a FM de banda estreita (desvio de ± 7,5 kHz). Para fins de comparação, podemos lembrar que a radiodifusão em FM trabalha com banda larga (desvio de ± 75 kHz), enquanto os telefones sem cordão trabalham com FM super estreita (desvio de ±3 kHz).
Para nós, radioamadores, é interessante mencionar que a primeira demonstração pública de modulação em freqüência, inventada e patenteada pelo major Edwin Howard Artnstrong, em 1933, foi realizada da casa do radioamador C.R. (Randy) Runyon, W2AG, situada à North Broadway 544, em Yonkers, até a sede do Institute of Radio Engineers (IRE), na rua 39, em Manhattan, na cidade de Nova Iorque.
A introdução de FM nas bandas de VHF de radioamadores conquistou os Estados Unidos na década de 60 e os países latino-americanos na década de 70, especialmente devido ao aparecimento de estações repetidoras que aumentaram o alcance além dos limites de visibilidade direta entre as duas estações em contato. Até meados da década de 70, os transceptores eram equipados com cristais avulsos, porém a freqüência sintetizada tomou conta rapidamente do mercado, seguida por scanners, memórias, subtons, chamadas seletivas codificadas e uma série sem fim de outros atrativos e de sofisticações de ordem técnica.
Inexiste sombra de dúvida de que o advento do VHF liberou o radioamador de seu shack, facilitou o seu contato com o mundo no carro, na rua, em excursões, viagens etc., devido às dimensões e ao peso reduzidos do equipamento e da antena, especialmente nos handy-talkies e transceptores de bolso de colete. Eles podem colocá-lo em contato com a rede telefônica e com o mundo, de qualquer lugar onde possa acionar sua repetidora com autopatch.
Para se comunicar com o mundo, o operador de VHF nem precisa recorrer ao sistema telefônico. Já temos em órbita microsatélites equipados com Packet Radio (PACSAT, LUSAT), que recebem a mensagem e retransmitem à estação destinatária em qualquer parte do mundo por onde eles passam. E mesmo sem satélite, o radioamador pode obter resultados semelhantes, equipando seu veículo com transceptor de VHF e a sua estação fixa com sistema de telecomando. Com isso ele poderá ligar do carro seu transceptor de HF, seu amplificador linear, sintonizar os dois para a freqüência em que deseja operar, girar a antena de ondas curtas para a direção desejada e estabelecer contatos de seu automóvel - com todas as conveniências de uma estação fixa bem equipada - em ondas curtas.
A tecnologia de VHF, que foi descartada na virada do século por ser considerada de pouco alcance, tomou-se na última década do mesmo século não somente de alcance mundial, mas foi muito além, aonde as ondas curtas, médias e longas não mais puderam ser utilizadas. De fato, com a única exceção dos satélites amadores russos RS, todas as comunicações para fora de nosso planeta são efetuadas em VHF, UHF e SHF, como acontece, por exemplo, nos contatos com a sonda Pioneer, que já ultrapassou Plutão, o último planeta do sistema solar.
Espectro de VHF
SUB-FAIXAS EM MHZ
TIPOS DE EMISSÃO QUE RESULTEM OS MODOS
144.000 - 144.100
CW e emissão de sinais piloto (BEACON)
144.100 - 144.500
CW e fonia (SSB)
144.500 - 144.600
Fonia (SSB)
144.600 - 144.900
Repetidoras (entradas), fonia (FM), saídas + 600 KHz
144.900 - 145.100
FM e emissões digitais
145.100 - 145.200
Fonia (SSB)
145.200 - 145.500
Repetidoras (saídas), fonia (FM), entradas - 600 KHz
145.500 - 145.800
Todos os tipos de emissão permitidos
145.800 - 146.000
Comunicação via satélite - Emissões digitais
146.000 - 146.390
Repetidoras (entrada), fonia (FM), saídas + 600 KHz
146.390 - 146.600
Fonia (FM) - Simplex
146.600 - 146.990
Repetiras (saídas) fonia (FM), entrada - 600 KHz
146.990 - 147.400
Repetidoras (saídas), fonia (FM), entrada + 600 KHz
147.400 - 147.590
Fonia (FM) - Simplex
147.590 - 148.000
Repetidoras (entrada), fonia (FM) saída - 600KHz

Freqüência de chamada é aquela que, destinada ao fim especifico declarado, serve tanto para chamar com para atender, seguindo-se de imediato pedido de QSY para determinada freqüência por parte de quem chamou. Mantenha-a sempre livre para que outros possam usa-la. Em caso de QSO preestabelecido, determine freqüência antecipadamente para não utilizar a freqüência de chamada e depois ter que passar para outra.
A lei não faz restrições a modo de transmissão nestas freqüências. No entanto, usar-se modo diferente do costumeiro FM (salvo curtas experimentações ou emergência), é considerado comportamento estranho, se não antiético e pouco cavalheiresco. No caso de praticas de telegrafia modulada (aulas) ou de RTTY. Seria conveniente o uso de um dos canais do segmento superior de faixa, comumente livres, para não causar interferência nas freqüências não canalizadas (Esta recomendação não é valida no segmento de 144900kHz a 145.100 kHz, onde a Legislação Brasileira, no tocante ao Packet, permite Emissões Digitais).
Neste segmento, a Legislação Brasileira prevê que de 145.500kHz a 145.800 kHz destina-se a todos os tipos de emissão e que, de 145.800kHz a 146.000kHz, temos comunicações via satélite (emissões digitais).
Recomendação geral: em todos os segmentos não canalizados evitar transmissão exatamente na freqüência limítrofe. As laterais de modulação ou o desvio de freqüência fatalmente penetrarão no segmento não permitido, sujeitando o operador a sanções legais.
Vale ainda lembrar que este arquivo foi elaborado tendo por base os planos da IARU, o que não significa, necessariamente, a adoção total por parte dos paises signatários, do que é estabelecido na integra. Cada pais adapta os planos as suas necessidades e interesses, resguardada, entretanto, a essência dos planos, o que resulta em raras e escassas discordâncias para com os mesmos (como as mencionadas nessa reedição).

USO DE ESTAÇÕES DE REPETIDORAS
Para quem usa de estações repetidoras continuamente, seria bom ter sempre presente a idéia, primeiro, de que a estação nem sempre está instalada, ao alcance fácil, no quintal do seu administrador; e, segundo, de que nem sempre o equipamento é infinitamente resistente. Para chegar-se às instalações de repetidoras faz-se necessário deslocamento, até de 100 km, para proporcionar-lhe a manutenção indispensável à sua permanência "no ar" como todos os radioamadores desejam.
1 - Por trás de uma repetidora há sempre um responsável, seja uma sociedade, seja o representante dela, radioamador classe "A", que por ela responde perante a ANATEL.
As conversas equilibradas, sensatas, cordiais, são sempre bem-vindas à comunidade dos radioamadores, seja o participante, associado ou não, do grupo responsável pela repetidora.. Quando, entretanto, o comportamento desanda para o inconseqüente, quando a repetição de acionamento do PTT é intencional para geração de onda portadora prejudicial, aí se configura o desrespeito, não apenas a quem é destinada a "brincadeira de mau-gosto", mas também àquele que administra a estação repetidora, da qual é o principal responsável perante a ANATEL. Pelos desmandos e desrespeitos praticados na faixa de operação da repetidora, o radioamador responsável é quem sempre vai convocado para justificar-se junto ao órgão fiscalizador.
2 - Ao equipamento em utilização deve-se dar reais condições de fôlego. E isto nem sempre acontece. No entusiasmo da conversa animada, interessante, jocosa, o comunicado se alonga por minutos a fio, ultrapassando o tempo-limite definido para a duração de um câmbio, recomendado e definido em três minutos. O uso demorado, sem a liberação do PTT, sempre "derruba" a repetidora que deixa de funcionar, e depois de alguns minutos voltará a funcionar, quando readquirir novo alento. Faz-se necessário dar à repetidora seu tempo de "respirar".
Todos nós defendemos a permanência, no ar, das repetidoras que nos servem, bem distantes da ameaça de penalidades que hoje pesam sobre elas, em decorrência de comportamento reprovável de poucos.
ÉTICA  OPERACIONAL

1 - Sempre que for solicitar algum colega, solicite-o pelo indicativo . Agindo dessa maneira, quem está na escuta não terá dúvidas de que é um radioamador que está querendo usar o repetidor.
2 - Sempre que entrar em alguma rodada, certifique-se que sabe o prefixo e o nome de cada um dos integrantes, bem como o assunto em pauta. Não existe coisa mais desagradável do que você estar falando com os amigos e alguém entrar interrompendo, fazendo "ping-pong" e não cumprimentando ninguén.
3 - Não tome partido sobre assuntos polêmicos.
4 - Se você não tem nada relacionado ao assunto que está em pauta para dizer, não entre . É melhor ficar só na escuta, pois entrando "apenas para dizer boa tarde", interrompe o QSO, e depois, por educação, passarão outra vez a palavra para você
que continuará sem nada para dizer.
5 - Tenha um vocabulário adequado. Um bom vocabulário tem de estar isento do excesso de termos pobres e vulgares, como palavrões e gírias. Por outro lado, não se recomenda um vocabulário repleto de palavras difíceis e quase sempre incompreensíveis.
6 - Seja cortez e educado. Lembre-se que embora a maioria absoluta de radioamadores sejam do sexo masculino, em suas casas sempre haverão crianças e mulheres ouvindo. Certa vez, estava acontecendo uma discução no repetidor e o nível baixou completamente. Minha esposa ouviu e me perguntou se era com isso que eu perdia horas e horas no "shack". Durma com esse barulho!
7 - Não ofenda e nem faça comentários pejorativos. Está se tornando comum "certos" radioamadores fazerem comentários maldosos no repetidor. Comentários que ofendem e constrangem não só o radioamador que querem atingir, mas também os outros que estão ouvindo. Esse tipo de comportamento deverá ser banido a qualquer custo. Portanto não se surpreendam se o repetidor for desligado no meio de um QSO.
8 - Se encontrar alguém sem prefixo usando o repetidor, ou chame-o para um direto ou saia da freqüência.Lembre-se, o pessoal da fiscalização da Anatel agora consegue ouvir o repetidor lá de São Paulo. Você está cansado de saber que não pode manter contato com clandestinos.
9 - Quando ouvir alguma portadora, evite comentar na freqüência . Faça de conta que não está atrapalhando ou se realmente estiver, diga que precisa desligar. A pessoa que dá portadora adora saber quanto você a odeia, quanto mais você reclama, mais ela fica feliz. Se você simplesmente a ignora, logo ela desiste.
10 - Quando precisa falar com algum colega sobre algum assunto muito específico, verifique se não conseguemcontato pelo direto , assim o repetidor fica livre para alguém que precise usa-lo e vocês não serão interrompidos no assunto.
11 - Desestimule as pessoas que conhece que não tenham prefixo a usar os repetidores. Explique dos problemas que eles podem nos trazer. Incentive-o a estudar as apostilas e a fazer o exame.
Colaboração: PY2JF, João Roberto

    MAPA DE PROPAGAÇÃO PARA VHF
Aos colegas que gostam do VHF, não deixem de verificar o mapa de propagação para VHF e UHF. As informações são disponibilizadas para o momento, portanto, sempre atuais. Tenha o hábito de consultar o mapa e fazer DX com outras localidades.
Mapa de propagação disponível em:  http://www.dxinfocentre.com/tropo_sam.html
RELAÇÃO DE REPETIDORAS DE VHF DO RS
Organização: PU3CRD - DORNELLES
FREQUÊNCIA CIDADEPREFIXOALTITUDELOCALPOTÊNCIAOBSERVAÇÕES
145.210GARIBALDIPY3GDI
720m
M.DO ESQUI70 Watualmente em PARAI
145220ENCRUZILHADA DO SULPY3ENC466mALTO ALEGRE100 WARCO-(fora do ar)
145230CARAZINHOPY3CIO590mCENTRO40 W ??
145240GUAIBAPY3GRA75 mCENTRO30 WRua Inácio Quadros
145250
145260
145270PORTO ALEGREPY3MST311 mM.SANTANA30 W
145270SÃO BORJAPY3SBJ86 mBR 285-RURAL50 WASBRA
145280
145290SANTA CRUZ DO SULPY3 ERV280 mSTA. CRUZ DO SUL40 WASCRA
145300
145310LOMBA GRANDEPY3RLG185 mM.DOS BOIS30 WMORRO DOS BOIS
145320
145330SANTA MARIAPY3RCG312 mM.CATURRITA20 W fora do ar
145330PORTO ALEGREPY3RSA280mM.P.REDONDA80 WM.PEDRA REDONDA
145340QUARAI PY3JAR
145350STO,ANTONIO PATRULHAPY3CRP141 mRIBEIRÃO CIMA30 WLICENC.PY3LUA
145360
145370SANTA MARIAPY3 SMA350 mM.CATURRITA45 WUSRA
145380IJUI
145390GRAMADOPY3RSC873 mVILA SUÍÇA80 W
145400
145410SANT. DO LIVRAMENTOPY3SLV280 mC.COQUEIRO100 W
145410LAJEADOPY3RAT90 mJARDIM CEDRO80 W
145420
145430SÃO LOURENÇO DO SULPY3CAS205 MM.ESPINILHO20 W
145430SANTA ROSAPY3STA350 mESQ.CANDEIA60 WTORRE RBS
145440 SANTIAGO PY3ETR440mBairro Zamperetti70WASRA
145450MORRO REUTERPY3RSB720 mM.REUTER80 W
145460
145470CANDELÁRIAPY3JAM20 W ARCP
145480 PELOTASPY3RCP480 m
Cerro da CRT(Canguçu)
30 W Radio Clube de Pelotas
145490NOVA PETROPOLISPY3MFA700 mMORRO 13 MAIO20 W
145490
146600
146610SAPIRANGAPY3RVS234 mM.FERRABRAZ25 W
146610CATUÍPEPY3CRU477 mESQ.QUINZÓTI80 W
146620
146630ALEGRETEPY3SAR115 mVILA NOVA15 Wlink c/jaguari (sara)
146640CAXIAS DO SULPY3CXS765 mCINQUENT.40 WCINQUENTENÁRIO
146650CACHOEIRA DO SULPY3CD186mVILAMARINA50WARCO
146660
146670CACHOEIRA DO SULPY3CCA186 mVILA MARINA50 WARCO
146680
146690QUARAÍPY3SLB CERRO DA SOTÉIA QUARAÍ
146700S.ANTONIO DA PATRULHAPY3FWW141 mTRAV.ANTENA50 WTRAVESSA ANTENA
146710
146720
146730CAMAQUAPY3CMA200 mR.LUIZA MARANI80 W
146740
146750BAGÉPY3ABG256 mR.ACAMPAM.60 WRUA ACAMPAMENTO
146750FLORES DA CUNHAPY3GVV800 mM.DA LAGOA25 W
146760SANTO ANGELOPY3STO262 mV.CAZAROTO100 W
146770
146780
146790GRAVATAÍPY3SUL304 mM. DA PALHA40 W
146800CAIBATÉPY3MISASBRA
146810
146820GUAIBAPY3GUA75 mR.INÁCIO QUAD20 WRUA INACIO QUADROS
146830
146840
146850OSÓRIOPY3OSO398 mM. BORUSIA20 W
146860
146870
146880SAPIRANGAPY3RNH234 mM.FERRABRAZ80 W
146890
146900
146910IGREJINHAPY3RSG770 mM.SERRA GDE.30 WMORRO SERRA GRANDE
146920
146930
146940PORTO ALEGREPY3CRG50 mR. DR.FLORES40 WLABRE-RS
146950
146960
146970S.FRANCISCO DE PAULAPY3RU940 mR. MONTE BELO15 W
146980
146990
147000SÃO BORJAPY3JGI330 mBR 287(SERRA)45 WSERRA IGUARIAÇÁ
147000GRAVATAÍPY3TX304 mM. DA PALHA80 W
147010
147020
147030PARAÍPY3BGV800 mLINHA S.PAULO50 WATUALM. GARIBALDI
147040
147050
147060PORTO ALEGREPY3PAE148 mM. STA.TEREZA20 W
147070
147080
147090SÃO GABRIEL
147090TAQUARÍPY3TRC380 mM. CARAPUCA40 W
147100
147110
147120CAÇAPAVA DO SULPY3ARC435 mCERCA PEDRA100 WARCO
147130GRAVATAÍPY3RIO304 mM. PALHA80 W
147140
147150CANGUÇUPY3CCS100 mM. DA CEEE30 W
147160
147170
147180
147190
147200PORTO ALEGREPY3AW50 mR. DR. FLORES20 W
147200HERVAL DO SULPY3HVL361 mRua Chico Mendes Cerro Herval do Sul30 WRadio Clube de Pelotas
147210
147220
147230
147240
147250
147260
147270ERECHIMPY3ERE450 mR. SOLEDADE80 W
147280
147290
147300NOVA PETROPOLISPY3MSM755 mSTA. CORONA70 WATUALM.CAXIAS DO SUL
147310
147320
147330PORTO ALEGREPY3CRA302 mM. POLÍCIA50 W
147340
147350ARROIO DOS RATOSPY3RAR162 mF. RAMOS20 W
147360
147370JAGUARIPY3URJ430 mM. CHAPADÃO100 Wlink c/sta maria(usra)
147380
147390TORRESPY3ITB1010 mITAIMBÉZINHO30 W
147400
AGRADEÇO AO AMIGO CARLOS EUGÊNIO MUNHOZ QUE PASSOU UMA NOVA ATUALIZAÇÃO DAS REPETIDORAS DO SUL . OBRIGADO .
145270 BORORÉ -600 (sem registro em Bororé)
146880 SAPIRANGA (CRANHA) -600 PY3RVS
145290 STA CRUZ DO SUL -600 PY3ERV
146910 IGREJINHA -600 PY3RAV
145330 PORTO ALEGRE (ASSOGRA) -600 PY3RSB
145380 IJUÍ (ASSOGRA) -600 PY3RSG
146750 FLORES DA CUNHA -600 PY3GVV
145370 SANTA MARIA -600 PY3RCG
145390 GRAMADO (ASSOGRA) -600 PY3RSD
146360 ALEGRETE -600 PY3SAR
145230 CARAZINHO -600 PY3CIO
147050 CANOAS +600 PY3GPA
145480 PELOTAS -600 PY3RCP
147120 CAÇAPAVA +600 PY3ARC
145440 SANTIAGO -600 PY3ETR
147150 CANGUÇU +600 PY3CCS
145410 SANTANA DO LIVRAMENTO -600 PY3SLV
147200 PORTO ALEGRE (LABRE RS) Echolink Simplex +600 PY3AWA
145450 MORRO HEUTER (ASSOGRA) -600 PY3RSA
147240 OSORIO (ASSOGRA) +600 PY3RSC
145310 NOVO HAMBURGO (CRANHA) -600 PY3RNH
147270 ERECHIN (CERAPE) +600 PY3IR
145210 QUARAÍ (CENTRO AQR) -600 PY3AQQ
147300 CAXIAS DO SUL (PXPY CLUBE) +600 PY3MSM
145340 QUARAÍ (Cerro do Jarau) -600 PY3JAR
147370 JAGUARI +600 
145470 BAGÉ -600 PY3ABG
147090 SÃO JERONIMO +600 PY3RAJ
146640 CAXIAS DO SUL -600 PY3CRC
146670 CACHOEIRA DO SUL -600 
146700 SANTO ANTONIO DA PATRULHA -600 PY3FWW
146730 CAMAQUA -600 PY3CMA
146800 CAIBATÉ -600 
146690 IBIRUBA -600 PY3UDA
147800 SANTO AUGUSTO (ASSOGRA) +600 PY3RSH
146850 TEUTÔNIA -600 PY3RVT
147220 SÉRIO (ASSOGRA) +600 PY3RSE
146375 EcHolink Labre-rs - SIMPLEX 147300 
147500 Echolink Canoas - SIMPLEX PY3HRS
147560 Echolink Campo Bom - SIMPLEX PU3MCC
146690 CERRO DA SOTÉIA QUARAI-RS -600 PY3SLB
224.420 Porto Alegre -2000 PY3XU
439.000 Porto Alegre -5000 PY3XO
145310 Sant'Ana do Livramento -600 PY3LU
146 830 Viamão -600 PY3ASV
146 970 São francisco de Paula -600 PY3NOR
147 060 Rivera-Uruguai +600 CX2PXX
147 090 São Gabriel +600 PY3SGA
147.100 Santo Ângelo +600 PY3PVS
fonte do blog da usra , py3ur